#

Interessantemente equivocado: a quem interessa promover o erro médico?

A Federação Médica Brasileira (FMB), entidade que representa sindicatos de médicos de todas as regiões do Brasil, vem a público questionar a abordagem da reportagem divulgada na edição 391, da Revista Superinteressante que tem como título “Erro Médico”. Em 13 páginas, a publicação trata quase que de maneira irresponsável a questão do erro médico, baseando-se em poucos exemplos para elaboração de seu raciocínio e conclusão dos fatos.

Em seus vários parágrafos, a reportagem deixa de observar a estrutura de trabalho dos médicos da rede pública brasileira e coloca em dúvida o posicionamento dos conselhos regionais de medicina quando avalia sobre a cassação de registros profissionais ou punição aos médicos envolvidos em denúncias de má prática profissional ou erro médico, ignorando totalmente a literatura médica sobre cada caso apresentado.

Os casos abordados na reportagem foram destacados de maneira que o público tende a se questionar que erros são regra e não exceção à atividade médica. Assim, a publicação levanta dúvida sobre a competência profissional dos médicos, atingindo sobremaneira a relação de confiança entre estes profissionais e seus pacientes.

Não é de hoje que as entidades médicas nacionais buscam e lutam pelo financiamento adequado de saúde e a consequente promoção de ambientes adequados de trabalho. Não é de hoje que as entidades médicas nacionais incentivam a formação médica de qualidade e o permanente aperfeiçoamento da qualidade dos médicos.

Com esse tipo de publicação que desinforma, a Revista Superinteressante promoveu um desserviço à saúde, momento e que poderia ter aproveitado para junto com a vontade do cidadão brasileiro, apontar onde estão os grandes gargalos e problemas da saúde nacional e contribuir para um debate positivo e propositivo.

28 de junho de 2018
Federação Médica Brasileira – FMB


  •  

EMPREGOS